O Pentateuco (Torá) – A Bíblia Hebraica

O Pentateuco (Torá) – A Bíblia Hebraica

A Teologia tradicional atribui a autoria do Pentateuco a Moisés, entretanto existem outras teorias.

A Edição Pastoral da Bíblia sustenta que o Pentateuco tem origem na Tradição oral e foi escrito durante seis séculos, reformulando, adaptando e atualizando tradições antigas e criando novas Julius Wellhausen (1844-1918) sustenta que o Pentateuco é uma obra redacional, composta de quatro diferentes tradições (documentos): a Javista com textos compostos na época da Monarquia (950 a.C.), a Eloísta com textos posteriores ao ano 750 a.C., a Deuteronomista com textos escritos aproximadamente no ano 600 a.C. e a Sacerdotal com textos escritos no exílio babilônico (por volta do ano 500 a.C.

Seria a autoria do Pentateuco mosaica ou um mosaico? Trocadilhos à parte, o assunto é de importância impar na análise do Pentateuco e de todo o Antigo Testamento. Qualquer uma das opções – autoria mosaica ou um mosaico – acarreta uma série de controvérsias e opiniões entre eruditos cristãos e não cristãos. Segundo a concepção crítica, quando a Torá ou o Pentateuco é atribuído a Moisés, os Salmos a Davi e os livros de Sabedoria a Salomão, deveríamos provavelmente entender Moisés como o protótipo do legislador, Davi como o protótipo do salmista e Salomão como o protótipo do homem ajuizado e sábio.

Quem é o gênio literário desta artística obra prima – Pentateuco, é a pergunta que se tem feito há séculos. Como pudemos verificar nos capítulos anteriores, começando com o triunfo do deísmo na década de 1790, e continuando através da época do dialeticismo hegeliano e do evolucionismo darwiniano no século dezenove, o veredito tem sido contrário à autoria mosaica. No século presente, algumas concessões têm sido feitas por alguns estudiosos, quanto à possibilidade de alguns fios de tradição oral terem sido oriundos de Moisés, mas quanto à forma escrita, a tendência tem sido fazer do Pentateuco uma obra pós-exílica.

A visão tradicional sobre a origem do Pentateuco é que foi composto por Moisés entre os anos de 1446 a.C. e 1406 a.C aproximadamente. Como pudemos ver a autoria do Pentateuco vem sendo colocada por parte de alguns críticos como não sendo de Moisés, alegando que quando as Escrituras se referem a Moisés como autor apenas lhe atribui uma figura de protótipo de legislador. A religião judaica sempre considerou o Pentateuco como obra de Moisés, da mesma forma, tradições pagãs e também o cristianismo primitivo e posterior.

Alguns estudiosos atribuem somente o decálogo como sendo de autoria de Moisés, outros inserem o código da Aliança. Ainda, a ausência do nome do autor harmoniza-se com a prática do Antigo Testamento em particular, e com as obras literárias antigas em geral. No antigo Oriente Médio, o “autor” era basicamente um preservador do passado, limitando-se ao uso de material e metodologia tradicionais

Enviar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *